Format

raster

8 record(s)

 

Type of resources

Available actions

Provided by

Formats

Representation types

Update frequencies

Status

Scale

From 1 - 8 / 8
  • Área desmatada à partir de 2000 discretizadas em uma séria histórica bienal para o período de 2000 a 2012 e anual para os anos de 2013 a 2019. O mapeamento utiliza imagens do satélite Landsat ou similares, para registrar e quantificar as áreas desmatadas maiores que 1 hectare. O PRODES considera como desmatamento a supressão da vegetação nativa, independentemente da futura utilização destas áreas.

  • Mosaico temporal da Amazônia Legal à partir de 2000 discretizado em uma série histórica anual com início em 2000 e atualizada todo ano, após a liberação dos dados de desmatamento do PRODES. Os mosaicos utilizam imagens do satélite Landsat ou similares para minimizar o problema de cobertura de nuvens, registrar e quantificar as áreas desmatadas acima de 6,25 hectares. O PRODES considera como desmatamento a supressão da vegetação nativa, independentemente da futura utilização destas áreas.

  • Categories      

    Mosaico do bioma Caatinga para o ano de 2016. O mosaico utiliza imagens do satélite Landsat ou similares para minimizar o problema de cobertura de nuvens, registrar e quantificar as áreas desmatadas acima de 6,25 hectares. O PRODES considera como desmatamento a supressão da vegetação nativa, independentemente da futura utilização destas áreas.

  • Mosaico do bioma Mata Atlântica para o ano de 2016. O mosaico utiliza imagens do satélite Landsat ou similares para minimizar o problema de cobertura de nuvens, registrar e quantificar as áreas desmatadas acima de 6,25 hectares. O PRODES considera como desmatamento a supressão da vegetação nativa, independentemente da futura utilização destas áreas.

  • Mosaico do Pantanal para o ano de 2016. O mosaico utiliza imagens do satélite Landsat ou similares para minimizar o problema de cobertura de nuvens, registrar e quantificar as áreas desmatadas acima de 6,25 hectares. O PRODES considera como desmatamento a supressão da vegetação nativa, independentemente da futura utilização destas áreas.

  • Mosaico do Pampa para o ano de 2016. O mosaico utiliza imagens do satélite Landsat ou similares para minimizar o problema de cobertura de nuvens, registrar e quantificar as áreas desmatadas acima de 6,25 hectares. O PRODES considera como desmatamento a supressão da vegetação nativa, independentemente da futura utilização destas áreas.

  • Mosaico espacial e temporal do Cerrado à partir de 2000 discretizado em uma série histórica bienal para o período de 2000 a 2012 e anual para os anos de 2013 a 2019. Os mosaicos utilizam imagens do satélite Landsat ou similares para minimizar o problema de cobertura de nuvens, registrar e quantificar as áreas desmatadas maiores que 1 hectare. O PRODES considera como desmatamento a supressão da vegetação nativa, independentemente da futura utilização destas áreas.

  • Área desmatada à partir de 1988 composta por agregado de 1988 até 2007 e discretizadas em uma séria histórica anual para os anos de 2008 a 2019 mais dado preliminar de 2020 composto por 102 cenas prioritárias. O mapeamento utiliza imagens do satélite Landsat ou similares, para registrar e quantificar as áreas desmatadas maiores ou iguais a 6.25 hectares. O PRODES considera como desmatamento a supressão da vegetação nativa, independentemente da futura utilização destas áreas. O arquivo matricial inclui os dados das classes de hidrografia, não floresta e não floresta 2(revisão do não floresta), resíduo(2010-2019), nuvem 2020 e floresta remanescente composta por todos os demais pixels que ficaram sem valor na classificação anteriormente mencionada. Acompanha o arquivo matricial, um arquivo em formato texto com o sumário de área para cada valor de pixel existente na matriz, e um terceiro arquivo com a legenda para as classes(uma para cada valor de pixel) compatível com o software QGIS.