From 1 - 10 / 25
  • Tipologias de vegetação não enquadradas na classe de Floresta adotada no mapeamento, que por consequencia não são objetos de análise e mapeamento pelo projeto

  • Área desmatada à partir de 2008 discretizadas por ano. O mapeamento utiliza imagens do satélite Landsat ou similares, para registrar e quantificar as áreas desmatadas maiores que 6,25 hectares. O PRODES considera como desmatamento a remoção completa da cobertura florestal primária por corte raso, independentemente da futura utilização destas áreas. Descrição dos atributos do dado composto por: nome do atributo, tipo do dado e descrição gid - número inteiro - identificador único de cada feição origin_id - número - identificador único para rastreabilidade da feição na origem/produção do dado geom - feição composta por um ou mais polígonos - geometria obtida por interpretação visual de imagem de satélite uf - texto - estado/unidade da federação pathrow - texto - código da cena formado por linha/coluna da grade de passagem do satélite Landsat mainclass - texto - nome da classe principal atribuída à feição class_name - texto - nome da classe específica atribuída à feição dsfnv - número - indica se havia nuvem em ano anterior sobre a feição julday - número - dia juliano view_date - texto - data da cena usada para obter a feição ano - número - ano do desmatamento, usado para facilitar as consultas ao banco de dados areakm - número - área calculada para a feição em km² scene_id - número - identificador da cena no banco de dados, usado para consultas publish_year - data - usado para permitir a publicação do dado no GeoServer com dimensão temporal

  • Área desmatada à partir de 2018. O mapeamento utiliza imagens do satélite Landsat ou similares, para registrar e quantificar as áreas de alertas (desmatamento com solo exposto, desmatamento com vegetação, mineração), degradação (degradação, cicatriz de incêndio florestal) e exploração madereira (Corte Seletivo Tipo 1 (Desordenado), Corte Seletivo Tipo 2 (Geométrico)). Os dados remetem ao projeto DETER.

  • Área desmatada à partir de 2015. O mapeamento utiliza imagens do satélite Landsat ou similares, para registrar e quantificar as áreas de alertas (desmatamento com solo exposto, desmatamento com vegetação, mineração), degradação (degradação, cicatriz de incêndio florestal) e exploração madereira (Corte Seletivo Tipo 1 (Desordenado), Corte Seletivo Tipo 2 (Geométrico)). Os dados remetem ao projeto DETER.

  • Tipologias de vegetação não enquadradas na classe de Floresta adotada no mapeamento, que por consequencia não são objetos de análise e mapeamento pelo projeto

  • Metadado de terceiros para uso auxiliar pendente de atualizar.

  • Mapeamento anual dos corpos hídricos (rios, lagos, barramentos e represamentos).

  • Área total desmatada, comumente chamada de máscara de desmatamento, medida desde 1988 até 2007. O mapeamento utiliza imagens do satélite Landsat ou similares, para registrar e quantificar as áreas desmatadas maiores que 6,25 hectares. O PRODES considera como desmatamento a remoção completa da cobertura florestal primária por corte raso, independentemente da futura utilização destas áreas. Descrição dos atributos do dado composto por: nome do atributo, tipo do dado e descrição gid - número inteiro - identificador único de cada feição origin_id - número - identificador único para rastreabilidade da feição na origem/produção do dado geom - feição composta por um ou mais polígonos - geometria obtida por interpretação visual de imagem de satélite uf - texto - estado/unidade da federação pathrow - texto - código da cena formado por linha/coluna da grade de passagem do satélite Landsat mainclass - texto - nome da classe principal atribuída à feição (valor único, "DESMATAMENTO", para a máscara) class_name - texto - nome da classe específica atribuída à feição (valor único, "d2007", para a máscara) dsfnv - número - indica se havia nuvem em ano anterior sobre a feição julday - número - dia juliano (inexistente para a máscara) view_date - texto - data da cena usada para obter a feição (inexistente para a máscara) ano - número - ano do desmatamento, usado para facilitar as consultas ao banco de dados (valor único, 2007, para a máscara) areakm - número - área calculada para a feição em km² scene_id - número - identificador da cena no banco de dados, usado para consultas (inexistente para a máscara)

  • Mosaico do Pantanal para o ano de 2016. O mosaico utiliza imagens do satélite Landsat ou similares para minimizar o problema de cobertura de nuvens, registrar e quantificar as áreas desmatadas acima de 6,25 hectares. O PRODES considera como desmatamento a remoção completa da cobertura florestal primária por corte raso, independentemente da futura utilização destas áreas.

  • Metadado de terceiros para uso auxiliar pendente de atualizar.