From 1 - 10 / 51
  • Dado de terceiro para uso auxiliar, composto pelos limites dos estados, provenientes do shapefile municipios_2017 (IBGE), recortados pelos limites da Amazônia Legal. Estados ----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------- O shapefile original de estados foi obtido via FTP do seguinte endereço: ftp://geoftp.ibge.gov.br/organizacao_do_territorio/malhas_territoriais/malhas_municipais/municipio_2017/Brasil/BR/ A data de download foi 07/07/2018

  • Áreas recobertas por nuvens e sombras quando houve a captação a imagem de satélite utilizada no mapeamento.

  • Área de supressão da vegetação nativa no bioma Cerrado até 2000. O mapeamento utiliza imagens do satélite Landsat ou similares, para registrar e quantificar as áreas desmatadas maiores que 1 hectare. O PRODES considera como desmatamento a supressão da vegetação nativa, independentemente da futura utilização destas áreas. Descrição dos atributos do dado composto por: nome do atributo, tipo do dado e descrição gid - número inteiro - identificador único de cada feição origin_id - número - identificador único para rastreabilidade da feição na origem/produção do dado geom - feição composta por um ou mais polígonos - geometria obtida por interpretação visual de imagem de satélite uf - texto - estado/unidade da federação pathrow - texto - código da cena formado por linha/coluna da grade de passagem do satélite Landsat class_name - texto - nome da classe específica atribuída à feição (Ex.: Desmatamento em 2014 = "D_2014") source - texto - usado interno para identificar a origem da feição quanto à fonte original view_date - texto - data da cena usada para obter a feição areamunkm - número - área calculada para a fração de feição, em km², após a interseção com municípios county - texto - Nome do município ao qual a fração de feição é associada, após a interseção com municípios time - data - usado para permitir a publicação do dado no GeoServer com dimensão temporal

  • O Projeto: O Projeto “Monitoramento Ambiental dos Biomas Brasileiros por Satélites: Mata Atlântica, Caatinga, Pampa e Pantanal” foi concebido para atender à estratégia Nacional de REDD+ (mecanismo de pagamento por emissões evitadas de gases de efeito estufa por redução de desmatamento e degradação florestal) e consolidar esforços no cumprimento das metas previstas na Política Nacional de Mudanças Climáticas (PNMC). Nesse contexto, o Ministério do Meio Ambiente publicou a Portaria 365/2015, que estabelece o Programa de Monitoramento Ambiental dos Biomas Brasileiros (PMABB), e que prevê o monitoramento de todos os biomas brasileiros até 2020. O produto: Este recurso, em formato ShapeFile, contém polígonos que identificam áreas de incremento anual da supressão da vegetação nativa no bioma Pampa. Foi construído a partir da interpretação visual de imagens Landsat-8/OLI na composição R(5)G(6)B(4) - com resolução de 30m - e em escala de trabalho de 1:75.000. A área mínima mapeada é de um hectare (1 ha). O produto é compatível com a escala final de 1:250.000. A área total do bioma Pampa é de 178.767 km². Descrição dos atributos do dado composto por: nome do atributo, tipo do dado e descrição id - número inteiro - identificador único de cada feição origin_id - número - identificador único para rastreabilidade da feição na origem/produção do dado geom - feição composta por um ou mais polígonos - geometria obtida por interpretação visual de imagem de satélite source - texto - nome da origem do poligono (amazonia, cerrado, caatinga, mata_atlantica, pampa, pantanal), apenas em casos onde o polígono tenha sido incorporado de outro projeto/bioma. (Não se aplica ao bioma Pampa) path_row - texto - código da cena formado por linha/coluna da grade de passagem do satélite Landsat satellite - texto - nome do satélite. Em geral será o landsat mas em alguns casos, outro satélites podem ser utilizados. sensor - texto - nome do sensor que obteve a imagem. state - texto - nome do estado, unidade da federação, quando aplicável. main_class - texto - nome da classe principal atribuída à feição class_name - texto - nome da classe específica atribuída à feição def_cloud - número - indica se havia nuvem em ano anterior sobre a feição. (Não se aplica ao bioma Pampa) julian_day - número - dia juliano (Não se aplica ao bioma Pampa) image_date - texto - data da cena usada para obter a feição year - número - ano do desmatamento, usado para facilitar as consultas ao banco de dados area_km - número - área calculada para a feição em km² scene_id - número - identificador da cena no banco de dados, usado para consultas (Não se aplica ao bioma Pampa) publish_year - data - usado para permitir a publicação do dado no GeoServer com dimensão temporal

  • Dado de terceiro para uso auxiliar, composto pelos limites dos estados, provenientes do shapefile municipios_2017 (IBGE), recortados pelos limites do bioma Cerrado. Estados ----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------- O shapefile original de estados foi obtido via FTP do seguinte endereço: ftp://geoftp.ibge.gov.br/organizacao_do_territorio/malhas_territoriais/malhas_municipais/municipio_2017/Brasil/BR/ A data de download foi 07/07/2018 Biomas ----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------- O shapefile original dos Biomas do Brasil foi obtido via HTTP do seguinte endereço: https://geoftp.ibge.gov.br/informacoes_ambientais/estudos_ambientais/biomas/vetores/Biomas_5000mil.zip A data de download foi 07/07/2018 Metadado original: http://www.metadados.inde.gov.br/geonetwork/srv/por/metadata.show?id=75177&currTab=simple

  • Dado de terceiro para uso auxiliar, composto pelos limites dos estados, provenientes do shapefile municipios_2017 (IBGE), recortados pelos limites do bioma Amazônia. Estados ----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------- O shapefile original de estados foi obtido via FTP do seguinte endereço: ftp://geoftp.ibge.gov.br/organizacao_do_territorio/malhas_territoriais/malhas_municipais/municipio_2017/Brasil/BR/ A data de download foi 07/07/2018 Biomas ----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------- O shapefile original dos Biomas do Brasil foi obtido via HTTP do seguinte endereço: https://geoftp.ibge.gov.br/informacoes_ambientais/estudos_ambientais/biomas/vetores/Biomas_5000mil.zip A data de download foi 07/07/2018 Metadado original: http://www.metadados.inde.gov.br/geonetwork/srv/por/metadata.show?id=75177&currTab=simple

  • Dado de terceiro para uso auxiliar, composto pelos limites dos municípios, provenientes do shapefile municipios_2017 (IBGE), recortados pelos limites da Amazônia Legal. Municípios ----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------- O shapefile original de estados foi obtido via FTP do seguinte endereço: ftp://geoftp.ibge.gov.br/organizacao_do_territorio/malhas_territoriais/malhas_municipais/municipio_2017/Brasil/BR/ A data de download foi 07/07/2018

  • Tipologias de vegetação não enquadradas na classe de Floresta adotada no mapeamento, que por consequencia não são objetos de análise e mapeamento pelo projeto

  • Mapeamento anual dos corpos hídricos (rios, lagos, barramentos e represamentos).

  • Categories      

    Todos os dados das coordenadas de focos ativos extraídos das imagens recebidas nas antenas do INPE de Cuiabá e Cachoeira Paulista são armazenados e integrados com outros dados de referência para serem apresentadas na forma de mapas, tabelas e gráficos, no Banco de Dados de Queimadas - BDQueimadas [www.inpe.br/queimadas/bdqueimadas] e [www.inpe.br/queimadas/situacao-atual]. São utilizadas aproximadamente 250 imagens/dia dos satélites polares, NOAA-18, NOAA-19, NOAA-20, METOP-B, TERRA, AQUA e Suomi-NPP e as imagens dos satélites geoestacionários GOES-16 e MSG-3. Todos os dados são disponibilizados ao final de toda a cadeia de processamento, integração e controle de qualidade. A listagem de Perguntas Frequentes (FAQ - www.inpe.br/queimadas/perguntas-frequentes ) possui informações adicionais sobre os dados e metodologias entre outras. Abaixo existe uma descrição dos atributos do dado: Atributo Tipo Tamanho Precisão Descrição - ID string 30 Identificador único do registro no banco de dados. Formado pela junção dos atributos (Latgms + Longms + Data + hora) removidos os espaços - Latitude doble 7 4 Latitude do centro do píxel de fogo ativo apresentada em unidade de graus decimais - Longitude doble 7 4 Longitude do centro do píxel de fogo ativo apresentada em unidade de graus decimais - DataHora string 19 Horário de referência da passagem do satélite segundo o fuso horário de Greenwich (GMT); https://pt.wikipedia.org/wiki/Greenwich_Mean_Time; Representada em Hora (2 digitos) + Minutos (2 digitos) + Segundos (2 digitos) - Satelite string 15 Nome do algoritmo utilizado e referência ao satélite provedor da imagem - Municipi string 60 Nome do município. Para o Brasil foi utilizado como referência o dado do IBGE 2000 (http://mapas.ibge.gov.br/bases-e-referenciais/bases-cartograficas/malhas-digitais.html) - Estado string 30 Nome do estado (nível 1 do Database of Global Administrative Areas - GADM) http://www.gadm.org - Pais string 25 Nome do País (nível 0 do Database of Global Administrative Areas - GADM) - Prec doble 7 4 Valor da precipitação acumulada no dia até o momento da detecção do foco - DiasSCh integer 4 Número de dias sem chuva até a detecção do foco - RiscoFog doble 7 4 Valor do Risco de Fogo previsto para o dia da detecção do foco - Bioma string 25 Nome do Bioma segundo referência do IBGE 2004 (http://www.ibge.gov.br/home/presidencia/noticias/21052004biomashtml.shtm). Para outros países o campo fica vazio (NULL)