Format

Arquivo vetorial shapefile (.shp)

4 record(s)

 

Type of resources

Available actions

Provided by

Years

Formats

Representation types

Update frequencies

Status

From 1 - 4 / 4
  • O Projeto: O Projeto “Monitoramento Ambiental dos Biomas Brasileiros por Satélites: Mata Atlântica, Caatinga, Pampa e Pantanal” foi concebido para atender a estratégia Nacional de REDD+, mecanismo de pagamentos por emissões evitadas de Gases de Efeito Estufa (GEE) por redução de desmatamento e degradação florestal, a fim de consolidar esforços para cumprir as metas previstas na Política Nacional de Mudanças Climáticas (PNMC). Este mecanismo de mitigação do aquecimento global foi estabelecido na Convenção Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima (UNFCCC em inglês) e denominado REDD+ (Reduction in Emission by Deforestation and Degradation). Para atender a estratégia nacional de REDD+, o Ministério do Meio Ambiente (MMA) publicou a Portaria 365/2015, que estabelece o Programa de Monitoramento Ambiental dos Biomas Brasileiros (PMABB) e que prevê o monitoramento de todos os biomas brasileiros até 2020. O produto: Este recurso, em formato ShapeFile, contém polígono que identifica a área de abrangência do bioma Pantanal para fins de execução do Projeto. Foi construído a partir do Mapa de Biomas do Brasil e do mapa de municípios brasileiros, ambos disponibilizados pelo IBGE. A área total do bioma Pantanal é de 151.190 km² (calculada em SRS Albers Conical Equal Area / SIRGAS 2000).

  • O Projeto: O Projeto “Monitoramento Ambiental dos Biomas Brasileiros por Satélites: Mata Atlântica, Caatinga, Pampa e Pantanal” foi concebido para atender à estratégia Nacional de REDD+ (mecanismo de pagamento por emissões evitadas de gases de efeito estufa por redução de desmatamento e degradação florestal) e consolidar esforços no cumprimento das metas previstas na Política Nacional de Mudanças Climáticas (PNMC). Nesse contexto, o Ministério do Meio Ambiente publicou a Portaria 365/2015, que estabelece o Programa de Monitoramento Ambiental dos Biomas Brasileiros (PMABB), e que prevê o monitoramento de todos os biomas brasileiros até 2020. O produto: Este recurso, em formato ShapeFile, contém polígonos que identificam áreas de desmatamento no bioma Pantanal até o ano de 2016 - chamado "Mapa Base 2016". Foi construído a partir da interpretação visual de imagens Landsat-8/OLI na composição R(5)G(6)B(4) - com resolução de 30m - e em escala de trabalho de 1:75.000. A área mínima mapeada é de um hectare (1 ha). O produto é compatível com a escala final de 1:250.000. Na região do Pantanal inserida nos limites da Amazônia Legal, prevaleceu o mapeamento do desmatamento e da hidrografia realizado para a Amazônia Legal (PRODES Amazônia). A tabela de atributos contém os seguintes campos: "class_name" (classe detalhada); "prodes_amz" (apenas com registros para os polígonos oriundos do PRODES Amazônia Legal); "pathrow" (órbita/ponto para identificação da imagem Landsat correspondente); "view_date" (data da imagem utilizada); "mainclass" (classe final do mapeamento - legenda simplificada/agrupada); "area" (área em metros quadrados, calculada em SRS Albers Conical Equal Area / SIRGAS 2000). A área mapeada por classe ("mainclass") é de: Desmatamento= 23.371,20 km2; Hidrografia= 4.732,89 km2; Área não observada= 515,58 km2; Manejo (classe temporária e amostral para calibração visual, não divulgar)= 1.781,17 km2. A área total do bioma é de 151.190 km2.

  • O Projeto: O Projeto “Monitoramento Ambiental dos Biomas Brasileiros por Satélites: Mata Atlântica, Caatinga, Pampa e Pantanal” foi concebido para atender a estratégia Nacional de REDD+, mecanismo de pagamentos por emissões evitadas de Gases de Efeito Estufa (GEE) por redução de desmatamento e degradação florestal, a fim de consolidar esforços para cumprir as metas previstas na Política Nacional de Mudanças Climáticas (PNMC). Este mecanismo de mitigação do aquecimento global foi estabelecido na Convenção Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima (UNFCCC em inglês) e denominado REDD+ (Reduction in Emission by Deforestation and Degradation). Para atender a estratégia nacional de REDD+, o Ministério do Meio Ambiente (MMA) publicou a Portaria 365/2015, que estabelece o Programa de Monitoramento Ambiental dos Biomas Brasileiros (PMABB) e que prevê o monitoramento de todos os biomas brasileiros até 2020. O produto: Este recurso, em formato ShapeFile, contém polígono que identifica a área de abrangência do bioma Pampa para fins de execução do Projeto. Foi construído a partir do Mapa de Biomas do Brasil e do mapa de municípios brasileiros, ambos disponibilizados pelo IBGE. A área total do bioma Pampa é de 178.767 km2 (calculada em SRS Albers Conical Equal Area / SIRGAS 2000).

  • O Projeto: O Projeto “Monitoramento Ambiental dos Biomas Brasileiros por Satélites: Mata Atlântica, Caatinga, Pampa e Pantanal” foi concebido para atender à estratégia Nacional de REDD+ (mecanismo de pagamento por emissões evitadas de gases de efeito estufa por redução de desmatamento e degradação florestal) e consolidar esforços no cumprimento das metas previstas na Política Nacional de Mudanças Climáticas (PNMC). Nesse contexto, o Ministério do Meio Ambiente publicou a Portaria 365/2015, que estabelece o Programa de Monitoramento Ambiental dos Biomas Brasileiros (PMABB), e que prevê o monitoramento de todos os biomas brasileiros até 2020. O produto: Este recurso, em formato ShapeFile, contém polígonos que identificam áreas de desmatamento no bioma Pampa até o ano de 2016 - chamado "Mapa Base 2016". Foi construído a partir da interpretação visual de imagens Landsat-8/OLI na composição R(5)G(6)B(4) - com resolução de 30m - e em escala de trabalho de 1:75.000. A área mínima mapeada é de um hectare (1 ha). O produto é compatível com a escala final de 1:250.000. A tabela de atributos contém os seguintes campos: "class_name" (classe detalhada/operacional); "pathrow" (órbita/ponto para identificação da imagem Landsat correspondente); "view_date" (data da imagem utilizada); "mainclass" (classe final do mapeamento - legenda simplificada/agrupada); "area" (área em metros quadrados, calculada em SRS Albers Conical Equal Area / SIRGAS 2000). A área mapeada por classe ("mainclass") é de: Desmatamento= 78.108,92 km²; Hidrografia= 16.174,64 km². A área total do bioma Pampa é de 178.767 km².